O Tempo

terça-feira, 14 de junho de 2011

0 comentários

O tempo,

Telma lobato, 14/01/2010

O tempo é amigo e cruel,

é antagônico

pode ser lento ou apressado.

pode ser bom ou ruim

um segundo pode levar uma eternidade e uma hora pode passar despercebida.

o tempo é presente, passado e futuro,

é o momento que vivemos,

é o instante que desperdiçamos,

é o sonho que sonhamos.

porém, o que fazemos com nosso tempo?

em que estamos investindo o nosso tempo?

estamos em uma era onde ouvimos, a toda hora, que precisamos administrar o tempo.

a vida é curta, é corrida, e o intervalo que existe entre o nascimento e a morte é tão breve....

o tempo......

ah, o tempo......aquele que não volta, que deixa marcas, algumas boas outras ruins,

o tempo gostoso da infância para uns e péssimo para outros,

o tempo despreocupado da adolescência,

o tempo despretensioso da juventude,

o tempo do despertar da maturidade,

o tempo de viver intensamente a velhice.....

sempre o tempo.

tempo que ruge, que corre, que insiste em passar.

em alguns momentos desejamos que o tempo não passe mas em outros......

o tempo é para ser vivido, a cada instante, como se fosse o último segundo de vida pois não sabemos se teremos mais tempo daqui a um segundo.

então,

viva intensamente o seu precioso tempo.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

0 comentários


SUAVIDADE BELEZA E VERDADEIRA.

TAL É A BELEZA DO AMOR.

É SUAVE NOS DETALHES E NAS PALAVRAS

NO ABRAÇO NO BEIJO E NO OLHAR.

É BELO E INCOMPARÁVEL.

VERDADEIRO PURO E SINGULAR.


POETISA SANDRA LUCIA.

TUDO IGUAL.

0 comentários


MINHA CANÇÃO VAI ECOAR

E NA IMENSIDÃO DO UNIVERSO

OS VERSOS VÃO ESCUTAR.

MELODIA CONFUSA, GRITO NO SILÊNCIO.

É NOITE AQUI DENTRO , SOMENTE ESCURIDÃO.

LÁ FORA AS LUZES OFUSCAM E AQUI... TUDO IGUAL.

LÁ FORA GENTE SORRINDO E AQUI... TUDO IGUAL

LÁ FORA ESTRELAS TÃO LINDAS. AQUI DENTRO ESCURO

TUDO IGUAL.

TUDO NORMAL.. CASUAL

MINHA CANÇÃO VAI ECOAR NO ESCURO.

Poetisa Sandra Lucia. Junho de 2011
0 comentários
SEMPRE...



Sempre será tempo


Sempre será sempre.

Sempre pra sempre talvez.

Todo sempre dispensa explicação.

Sempre nem sempre

sempre enfim.

Sempre real

Sempre legal.

Sempre azul

Sempre lembrança

Sempre esperança.

Sempre chegada

Sempre partida.

Sempre saudades

Sempre memória.

Sempre paixão

Sempre razão

Sempre emoção.

Sempre entre rosas

Sempre canção.

Sempre tentando

Sempre lutando.

Sempre verdade

Sempre especial.

Sempre viver

Sempre ser.

Sempre amor

Amor pra sempre.

Sempre.

Poetisa Sandra lucia. Junho de 2011

Quero um novo amanhecer

segunda-feira, 6 de junho de 2011

0 comentários

Hoje eu quero tomar um porri e esquecer que existo.

quero fugir da minha extirpe.


não quero me ver nem me ouvir,


não quero sentir meus musculos,

não quero sentir minhas vontades,

não quero me sentir.

neste momento, gostaria de ser um feto e estar recolhida ao ventre materno,

protegida de mim mesma;

quero ficar inerte e permanecer na inércia.

quero ser transportada a um lugar seguro, longe de mim.

quero ser posta no colo, me agarrar ao solo.

quero manter distância de mim e me proteger oscio.

quero abater minha história e recomeçar a memória,

quero destruir o velho e dar espaço ao novo,


quero despadaçar a armadura e me envolver em ternura,

quero me redescobrir, me amar, me conhecer, me reconhecer e  viver um novo amanhecer.

Cansei

domingo, 5 de junho de 2011

0 comentários

Cansei de me boicotar,
Cansei de ser minha maior rival,
Cansei de ser minha maior inimiga.


Por que não consigo perder peso e medidas?
A reposta é simples:  - tenho medo.
Medo do quê? - de ser feliz, plena, realizada, livre.


Necessito carregar a culpa de ser gorda pois sou uma menina má.
Necessito carregar a culpa de ser redonda pois preciso ser castigada.
Necessito carregar a culpa de comer tudo errado pois preciso ser corrigida.


Seria fácil perder peso e medida se o autoflagelo não estivesse presente em minha vida.
Seria fácil ser plena e realizada se não houvesse a necessidade diária da derrota.
Seria fácil ser feliz se não houvesse a necessidade de ser infeliz.


Mas eu cansei.
Cansei de ser hipócrita comigo.
Cansei de ser cretina comigo.
Cansei de ser malvada comigo.


Quero viver liberta.
Quero viver feliz.
Quero viver pelos meus direitos e cumprir os meus deveres. Primeiro comigo mesma e, depois, com os outros.


Cansei de inverter valores.
Cansei de inverter amores.
Cansei de ser a última da minha fila e de viver das migalhas que sobram para mim.


Quero ser a primeira.
Quero ser imprescindível para mim.
Quero ser amada por mim e necessitar de mim.


Cansei de ouvir o que não preciso.
Cansei de ter regras ditadas aos meus ouvidos.
Cansei dos gritos dos meus idos desiludidos.


Hoje eu vou mudar porque preciso e quero mudar.
Hoje serei o meu maior amor.
Hoje serei o meu maior prazer.


Hoje começarei uma nova história de vida.
Hoje iniciarei um ciclo de amor, companheirismo, amizade e cumplicidade comigo mesma.
Hoje será o primeiro dia da minha vida.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Amigos por poesia. Tecnologia do Blogger.